O Brasil era uma colônia de Portugal. Em 1822, se tornou uma nação independente e seu regime político era a monarquia, com o imperador Dom Pedro I e D. Pedro II, seu sucessor. A república ainda não tinha muita força. Dois anos após, em 1824, com a rendição dos soldados portugueses e o fim das guerras da independência dentro do Brasil, criou-se a primeira Carta Magna, em 1824. Até então, o regime político era a Monarquia Constitucional Parlamentarista.

Em 15 de novembro de 1889, foi instaurado o regime republicano e, juntamente, o fim da soberania de D. Pedro de Alcântara, Pedro II. Tudo aconteceu no Rio de Janeiro, por meio de um golpe militar liderado pelo Marechal Deodoro da Fonseca. Uma vez que ele era o líder, tornou-se o primeiro chefe de estado do Brasil acompanhado de seu vice, Floriano Peixoto. O ocorrido se deu onde hoje é a Praça da República, no Rio de Janeiro.

Na mesma época, houve a publicação de uma ata da proclamação, chamada de Decreto nº1, em que se estabeleciam as regras governamentais que entrariam em vigor. Inaugurou-se em 1891, último ano de Deodoro.

Ao todo, o Brasil teve 36 presidentes. O primeiro presidente do Brasil foi o Marechal Deodoro da Fonseca. Até hoje, só tiveram homens no poder; porém, o nosso país elegeu uma presidenta: Dilma Roussef, a 36º Presidente da República.